Compra segura, guia definitivo para comprar online com segurança.

Lembra da última vez que a sua intuição evitou que você tivesse problemas?

Aquela inquietação, sensação inexplicável ou pressentimento que fez você mudar de ideia no último minuto.

Aposto que sim.

A intuição humana é real, funciona e precisamos dela para sobreviver.

Você deve estar se perguntando!

O que a intuição tem a ver com compras seguras pela internet?

Tem tudo a ver.

Isso porque, nossa intuição é treinável.

Ou seja, você aprende sobre compras seguras pela internet e depois aplica esse conhecimento de forma intuitiva.

É exatamente isso que você vai encontrar aqui, um guia completo e definitivo sobre compras seguras pela internet, que vai treinar a sua intuição.

Depois de incorporar esse guia, sua intuição fará o resto.

Por isso, foco total e vamos ao que interessa.

Golpes virtuais mais comuns

golpes mais comuns nas compras online

Quando se fala em segurança nas compras pela internet, existem 2 tipos principais de golpes.

  • Roubo de informações e dados pessoais
  • Apropriação financeira

O roubo de informações e dados pessoais, ocorre quando os dados do usuário são captados para fins pouco lícitos.

Que num primeiro momento pode parecer inofensivo.

Porém, com a posse dos dados pessoais os golpistas podem causar muitos prejuízos.

Alguns exemplos são:

  • Empréstimos indevidos
  • Compras com cartão clonado
  • Uso de identidade para aplicar golpes maiores

A apropriação financeira, acontece quando a compra é realizada, porém, o produto não é entregue ou inferior ao combinado.

Nesse caso, o golpista já tinha a intenção de enganar a pessoa.

Os tipos de golpes podem ser apenas 2, porém, as formas de aplicação são muitas.

Como os golpes são aplicados

As formas de aplicar golpes são inúmeras e novas maneiras surgem a todo momento.

Por isso, é tão importante seguir o guia de compras seguras pela internet.

E para treinar a sua intuição, o primeiro passo é conhecer os golpes mais comuns.

Mensagens com ofertas e promoções

O golpista envia mensagens por SMS, Whatsapp ou e-mail com uma promoção imperdível.

O problema é que a promoção leva para sites fraudulentos, parecidos com os oficiais.

Sendo que, o único objetivo é induzir a pessoa a comprar algo que nunca será entregue.

Pedido de atualização cadastral

Nesse tipo de golpe, uma mensagem é enviada solicitando uma atualização cadastral.

Porém, o link enviado leva a um site falso, que tem como objetivo roubar as informações, dados e senhas do usuário.

Em geral, o site fraudulento é parecido com o oficial de uma empresa conhecida, por exmplo Banco do Brasil, Caixa e Itaú.

Pacote de dados gratuito

Para navegar na internet, precisamos de um pacote de internet. E para atrair a atenção e interesse das pessoas, os golpistas fazem uma suposta oferta gratuita.

Quem acredita, precisa fornecer informações sensíveis para ter direito a oferta, o que é o objetivo do golpe.

Perfil falso em rede social

Provavelmente, você já deve ter encontrado empresas com mais de 1 perfil na mesma rede social.

Em geral, o segundo perfil é criado para se aproveitar da fama do nome da marca.

Já em outros casos, o objetivo é aplicar golpes em pessoas desavisadas ou leigas. Se passando por atendente da empresa oficial.

Notícias sensacionalistas

Você com certeza já viu anúncios com notícias que tem como único objetivo chamar a atenção.

Algumas delas são criadas pensando em atrair o usuário e no final pedir algo, como:

  • Clicar em um link para outro site
  • Preencher informações para ver a notícia completa
  • Compartilhar nas redes sociais

Essas ações parecem inofensivas, porém, fazem parte de um golpe mais elaborado.

Oferta com desconto no boleto

Esse tipo de armadilha é bem convincente porque mexe com a ganância das pessoas e é uma prática comum das lojas sérias.

Muitas lojas concedem descontos nos pagamentos via boleto.

Afinal, quem não gosta de um belo desconto.

Os golpistas usam isso muito bem, fazendo ofertas especiais para pagamento no boleto, inclusive com parcelamento.

Em geral, é usado para produtos muito desejados como smartphones de marca.

O golpe é bem simples, o cliente paga o boleto da primeira parcela ou total com um belo desconto. Porém, o produto nunca chega.

Sites com preços fora da realidade

Quando o golpista nunca teve a intenção de entregar o produto. Ele pode vender pelo preço que quiser.

E isso acontece muito. Um site ou loja online é criado com alguns poucos produtos a preços fora da realidade.

Depois de um tempo, esse site não existe mais ou está fora do ar. E os clientes que compraram nunca mais recuperam o valor pago.

golpes mais comuns nas compras pela internet

Enfim, eu poderia continuar, afinal, a lista é longa.

Mas, o objetivo é resolver o seu problema com dicas de como comprar com segurança na internet.

Por isso, antes de entrar nas dicas, vou deixar 2 sugestões de artigos completos, falando mais sobre os principais golpes aplicados na internet.

Compra Segura, guia completo e definitivo para garantir sua segurança virtual

A primeira etapa para desenvolver a sua intuição sobre compras seguras na internet foi superada.

Você já conhece os golpes mais comuns.

Por isso, agora você deve se perguntar, Como faço para me proteger?

Para se proteger dos principais golpes e comprar com segurança na internet, você precisa seguir as dicas listadas a seguir.

Cuide da sua Privacidade

A privacidade online é onde tudo começa.

Por isso, mostre apenas o necessário.

Para deixar bem claro, não estou falando da marquinha de biquíni ou da sunga e sim dos seus dados pessoais.

É dessa forma que os golpes e fraudes mais comuns acontecem.

As vítimas mais vulneráveis são aquelas que expõem as informações pessoais mais básicas como e-mail, número de telefone e CPF.

As dicas nesse caso são:

  • Mantenha seus meios de contato privados, como e-mail pessoal e número telefônico;
  • Aceite como seguidor ou amizade apenas pessoas que você conhece no mundo real;
  • Defina como privado suas informações pessoais importantes, como ano de nascimento e endereço;

Veja como mudar as configurações de privacidade no Instagram.

configurações de privacidade no instagram
Fonte: reprodução instagram.com

Se você é um profissional e precisa divulgar suas informações de contato, tenha dois e-mails.

  • O primeiro para deixar disponível nas redes sociais;
  • O segundo para assunto importantes e troca de mensagens com informações sensíveis;

Dessa forma, você se protege da maioria dos golpes de pishing.

Use senhas fortes e únicas

A senha deve ser pessoal e secreta, sempre, isso é óbvio.

Porém, o erro mais comum e que não é tão óbvio, é usar a mesma senha para todo tipo de conta online.

Quando você usa a mesma senha para acessar redes sociais, lojas online e sites desconhecidos, adivinha o que acontece?

Você fica vulnerável.

Sim, porque um desses sites desconhecidos pode ser fraudulento e ter como objetivo roubar seus dados.

De posse do seu e-mail e senha, o fraudador terá condições de acessar suas contas pessoais e se passar por você.

  • Fazendo compras em seu nome;
  • Pedindo dinheiro a amigos;
  • Usando seu nome para aplicar golpes maiores;

Por isso, as dicas de segurança nesse caso são:

  • Tenha senhas únicas para cada grupo de contas;
  • Use o gerenciador de senhas com uma senha mestra super forte;
  • Modifique as senhas mais importantes regularmente;

Ative a autenticação em duas etapas

autenticação em duas etapas

A autenticação em duas etapas pode ser chata e inconveniente, mas funciona.

Não por acaso, em alguns tipos de acesso ela é obrigatória, como no internet banking.

Só pra você entender:

Autenticação em duas etapas, é aquela em que para acessar sua conta você precisa informar a senha e um código que é enviado por e-mail, SMS ou token.

Além disso, a maior parte dos serviços online oferecem a autenticação em duas etapas como opcional.

Por isso, aproveite ao máximo os benefícios do login com confirmação extra. Principalmente, nas suas contas mais importantes.

Use seu próprio dispositivo

Acessar a internet em Cyber Cafés para transações importantes, jamais.

Use seu próprio smartphone ou Pc para transações importantes, como:

  • Internet banking
  • Compras online
  • Conta de e-mail principal

Isso evita deixar rastros e informações importantes em aparelhos que você não tem controle.

Já que estamos falando de segurança online, a regra oposta também é válida.

Nunca empreste seu dispositivo para outras pessoas. Pode parecer exagerado em algumas situações.

Porém, você vai concordar comigo, quando estiver tendo problemas de segurança online.

Jamais poste fotos de documentos ou cartões bancários

Talvez por ingenuidade ou falta de informação, muitas pessoas acabam descuidando dos documentos pessoais.

Por isso, jamais poste fotos de documentos, cartões bancários ou número de documentos abertamente.

E quando alguém solicitar esses documentos para finalizar uma compra, desconfie. Os únicos dados realmente necessários para emitir a nota fiscal são nome e CPF.

Muitos golpistas, usam as redes sociais, onde se passam por atendentes de grandes lojas.

Quando na verdade, estão coletando dados e informações para aplicar golpes.

Portanto, siga essas regras:

  • Nunca compartilhe seus documentos sem necessidade;
  • Números do cartão devem permanecer em segredo;
  • Desconfie de quem pede muitos dados sem necessidade;
  • Entre em contato sempre pelos canais de atendimento oficiais das lojas;

Exclua mensagens suspeitas

O número de mensagens, e-mails e SMSs que recebemos diariamente só aumenta. Afinal, todos querem vender alguma coisa.

Mas, no meio de todas essas mensagens, algumas podem ser iscas de fraude, que você precisa saber identificar.

Veja um exemplo:

mensagem de spam phishing
Fonte: reprodução mail.yahoo.com.br

Repare nas características de um e-mail com objetivo de fazer pishing:

  • O assunto da mensagem é chamativo;
  • O endereço de e-mail é completamente sem sentido;
  • A mensagem está marcada com um aviso de segurança;
  • Geralmente tem erros de ortografia;
  • Usa o nome de uma empresa muito conhecida;

Nesse caso, o e-mail foi enviado em nome do Paypal, uma empresa de pagamentos muito conhecida.

Porém, o endereço de e-mail usado não tinha nada a ver com o Paypal.

Portanto, as dicas de segurança nesse caso são:

  • Sempre desconfie, “lembra que a sua intuição é treinável”;
  • Exclua mensagens não solicitadas, mesmo que tenham um assunto tentador;
  • Verifique o remetente antes de clicar em qualquer link;
  • Confirme a veracidade da mensagem pesquisando na internet se a informação é verdadeira;
  • Jamais clique em links quando você não reconhece o remetente;

Evite salvar os dados do seu cartão

Por conveniência, acabamos salvando os dados do cartão de crédito nas lojas online.

Porém, isso representa um risco.

Afinal, se por um acaso sua conta por invadida, o invasor pode fazer compras a vontade.

Portanto, sempre que possível selecione a opção não salvar dados de pagamento.

É trabalhoso eu sei, mas quando uma cobrança inexplicável aparecer na sua fatura, aposto que vai entender do que estou falando.

Comprando com segurança

Nesse ponto, sua intuição sobre segurança virtual já está muito mais afiada.

Porém, antes que você possa comprar online com segurança é preciso completar o guia.

Nessa etapa final, vou te ensinar como identificar sites seguros para comprar.

Além disso, você vai aprender a identificar as características e práticas mais comuns de sites fraudulentos e nada confiáveis.

Identifique os sites seguros

Para que um site seja considerado seguro, ele precisa apresentar algumas características indispensáveis.

  • Cadeado de segurança no navegador
  • Informações sobre a empresa responsável
  • Políticas de privacidade e termos de uso
  • Meios de contato

Você pode conferir nosso artigo completo que explica como identificar um site seguro.

Essas 4 características são indispensáveis. Se você acessar um site com uma delas faltando, recomendo sair e procurar outro.

Porém, só o fato de estarem presentes no site não basta é preciso checar a validade.

Para realizar essa checagem você tem duas opções:

  • Solicitar ajuda dos experts do Bomdemarca
  • Fazer por conta própria

Solicitando ajuda dos Experts

Para contar com a ajuda dos experts do Bomdemarca, basta fazer seu cadastro e aproveitar.

Os experts podem te orientar sobre:

  • Quais as melhores marcas;
  • Sites seguros para comprar online;
  • Decisões de compra inteligente;

Peça ajuda aos experts e garanta ótimas experiências de compra online.

Identifique os sites seguros por conta própria

Comece verificando o cadeado de segurança, clicando sobre ele, deve aparecer a mensagem: “A conexão é segura”.

A conexão é segura, certificado de segurança SSL
Fonte: reprodução site bomdemarca.com.br

Depois, confirme a veracidade das informações sobre a empresa responsável. Consulte o CNPJ na Receita Federal:

  • A empresa deve estar ativa;
  • O endereço físico deve ser o mesmo informado no site;
  • A data de fundação também é um dado importante;

Você também pode verificar se o CNPJ da empresa está envolvido em algum processo judicial.

Muitas vezes, essa simples checagem de dados elimina qualquer suspeita. Pois, as evidências costumam ser óbvias.

Feito isso, confirme a originalidade dos termos de uso e políticas de privacidade, textos padrões são inaceitáveis.

Por último, teste os meios de contato. Mande uma mensagem e avalie o tempo e a qualidade da resposta.

Esses 4 pontos, completam a verificação básica de segurança, para saber se o site merece sua confiança.

Como identificar sites fraudulentos

Sites fraudulentos possuem certos padrões, e para completar o guia de compras online seguras, você precisa conhecê-los.

Portanto, vamos a lista:

  • Os sites foram criados a pouco tempo;
  • Possuem poucos ou nenhum seguidor nas redes sociais;
  • Faltam informações sobre a empresa responsável;
  • Os meios de contato não funcionam;
  • Não possuem avaliações ou comentários sinceros;
  • Meios de pagamento pouco seguros;

Tempo de existência

A data em que o site foi criado, diz muito sobre a confiança e segurança do mesmo.

A maior parte dos sites fraudulentos não passam de 1 ano de vida.

O artigo “como saber se um site é seguro“, ensina como descobrir a data de criação de um site.

Poucos seguidores nas redes sociais

A quantidade de seguidores nas redes sociais, também é um indício importante.

Desconfie quando tiver menos de 10 e o pior sem comentários ou avaliações positivas.

Falta de informações sobre a empresa

As informações sobre a empresa devem ser fornecidas. Inclusive, está previsto na lei do e-commerce.

Caso, o site não divulgue essas informações desconfie na hora.

Informações de contato

Aposto que você já precisou entrar em contato com uma loja online para resolver um problema com sua compra.

Mas, e se os meios de contato não funcionassem?

Já era, você ficaria no prejuízo.

Por isso, é importante testar os meios de contato, antes de concluir a compra.

Avaliações e comentários

A opinião dos clientes é ouro, e você precisa aproveitar isso a seu favor.

Sempre verifique a opinião dos clientes que já compraram na loja online ou site.

Inclusive, você pode fazer isso no Bomdemarca.

Onde você pode compartilhar experiências de compra, aprender com as experiências de quem já comprou e consultar os experts em compras online.

Meios de pagamento seguros

Para completar as dicas de segurança virtual em compras online, os meios de pagamento.

Considero o meio de pagamento, o aspecto mais importante para definir se o site oferece segurança para comprar ou não.

O fato de ter sido criado a pouco tempo é aceitável.

Poucos seguidores, aceitável.

Falta de informações sobre a empresa, pouco aceitável.

Meios de contato que não funcionam, pouco aceitável.

Falta de avaliações, pouco aceitável.

Meios de pagamento inseguros, completamente inaceitável.

Mas, você deve estar se perguntando o que são meios de pagamento seguros?

Essa é uma excelente pergunta, que merece um capítulo próprio.

infográfico características de um site pouco seguro
Infográfico

O que são meios de pagamento seguros

O meio de pagamento seguro, permite que você recupere o valor pago, em caso de insatisfação com o produto/serviço recebido.

Vou mostrar um exemplo.

Os pagamentos via PagSeguro, MercadoPaggo e Paypal são seguros. Porque, você tem um prazo após o recebimento do seu pedido para reclamar e recuperar seu dinheiro.

Quem garante a segurança desses pagamentos são grandes empresas, que construíram uma reputação ao longo do tempo.

Portanto, quando for comprar em sites com pouco histórico:

  • Nunca pague via pix
  • Nunca pague por boleto
  • Nunca pague por transferência bancária
  • Nunca forneça os dados do seu cartão de crédito

Essas regras também se aplicam para compras em redes sociais, OLX e negociações por e-mail.

Quer saber como eu aprendi isso?

Da pior maneira, fui enganado mais de uma vez.

Por isso, tenho a obrigação de compartilhar essa experiência com você. Para que, não passe pelo mesmo.

Só para deixar claro, quando for comprar em sites pequenos e pouco conhecidos:

  • Só aceite pagar se o site oferecer meio de pagamento seguro (Paypal PagSeguro ou MercadoPaggo)

Minha primeira experiência de compra pela internet

Ainda lembro da minha primeira compra pela internet, o ano era 2011.

Comprei um curso que ensinava como ganhar dinheiro pela internet. Curso com 3 vídeo-aulas de 15 minutos.

Aposto que você ainda lembra, de como se sentiu na sua primeira compra pela internet. Um mix de animação, euforia e uma pitada de ansiedade.

Afinal, temos dificuldade em confiar no que não vemos.

Enfim, depois de pagar, esperar a compensação do boleto – até porque os cartões de crédito não eram tão comuns como hoje – o pedido finalmente chegou.

Fiquei realmente impressionado e muito empolgado com a possibilidade de comprar pela internet.

Afinal:

  • Os preços compensavam
  • A variedade de produtos era enorme
  • Era um mundo a ser descoberto

Mas, nem tudo é perfeito e o que era bom durou pouco.

Nas compras seguintes tive diversos problemas. Produto entregue diferente do pedido, atraso total na entrega e até pedidos que nunca chegaram.

Um sentimento de desânimo, frustração, beirando a decepção.

A ideia de comprar pela internet saiu de desejável e empolgante para algo frustrante e que eu queria evitar a todo custo.

compras online inseguras

E depois de tantas experiências ruins, quase pensei em desistir. Até porque:

  • As leis sobre o e-commerce nem existiam ainda;
  • Os sites escondiam ao máximo as avaliações negativas;
  • E quase ninguém tinha o hábito de avaliar os produtos e lojas online;

Mas, como uma pontinha daquela empolgação inicial, de fazer compras pela internet ainda estava acesa dentro de mim.

Resolvi dar mais uma chance.

Por isso, estudei, pesquisei e li muito sobre o assunto ‘compras seguras pela internet’.

Comprei vários e-books, fiz treinamentos, participei de lives e principalmente coloquei a mão na massa.

estudando compras online seguras

Mas, depois de tudo, o sentimento de que algo estava faltando, insistia em se manifestar.

Tenho que ser sincero, nesse meio tempo as coisas mudaram muito e soluções foram criadas.

  • Surgiram sites que defendem os interesses do consumidor;
  • As vendas pela internet foram regulamentadas pela lei do ecommerce;
  • E as lojas online passaram a mostrar avaliações e comentários na página do produto;

Mesmo assim, algo estava faltando. Porque, diferente das lojas físicas o atendimento era distante, lento e as vezes inexistente.

Imagine você precisando de informações e ter que aguardar três, cinco ou até mais dias para receber uma resposta.

Isso sem contar com as vezes que a resposta nunca chegava.

Simplesmente decepcionante.

Quando o problema aparecia depois da compra a situação era ainda pior.

A demora e a solução se estendiam por meses, isso quando o cliente tinha sorte.

Porque em muitos casos a solução nunca chegava e o cliente ficava no prejuízo.

Enfim, algumas coisas nunca mudam. E aquele sentimento de que algo estava faltando era cada vez maior.

Por isso, resolvi dedicar todo meu tempo em algo que realmente pudesse mudar essa realidade.

Afinal, depois de aprender tanto sobre o assunto ‘comprar com segurança pela internet’. Acabei transformando isso na minha principal fonte de renda.

Sim, desde 2015 me dedico exclusivamente ao assunto compras pela internet.

O começo foi difícil, quase impossível.

Criei um blog para analisar as lojas online. Mas a solução era incompleta.

Afinal, artigos longos não conseguem responder dúvidas específicas e consomem muito tempo de quem está pesquisando.

Sem contar que já existiam inúmeros blogs sobre o assunto, que tinham como único objetivo vender ou promover produtos.

Não era uma solução que realmente valesse a pena.

Claro que a atitude deles era nobre, queriam compartilhar informações em troca de uma possibilidade de comissão.

A verdade é que a culpa não era deles, e sim do fato de não existir uma solução melhor.

Mas, mesmo assim sentia que algo estava errado, até porque não faz sentido a pessoa avaliar e ao mesmo tempo lucrar diretamente com essa avaliação.

É como vender algo apenas pelo lucro, sem pensar realmente em quem está comprando.

Eu te pergunto: Você acredita em tudo o que vendedor diz, principalmente quando ele recebe comissão pela venda?

É provável que não.

E após tantas tentativas acabei encontrando uma solução, que acredito ser a mais funcional e viável.

  • Uma solução em que as pessoas pudessem compartilhar experiências de compra e aprender com as experiências de quem já comprou
  • Uma solução onde os clientes pudessem trocar experiências entre si. Sem se preocupar com interesses ocultos do vendedor

E além disso, pudessem contar com a possibilidade de consultar experts no assunto.

solução para comprar com segurança na internet

Foi assim que em 2016 surgiu a ideia de criar o Bomdemarca.

Onde clientes podem compartilhar experiências de compra.

Aprender com as experiências de quem já comprou.

E solicitar auxílio de experts que realmente entendem de compras online.

E você também pode colher os benefícios dessa solução sem pagar nada.

A verdade é que essa rede de auxílio funciona pela troca de experiências de compra.

Eu te ajudo e você me ajuda.

A reciprocidade é a chave para que isso tudo funcione.

Sabendo disso, agora você tem duas opções:

Ignorar tudo o que leu até aqui e continuar enfrentando os mesmos problemas.

Ou fazer parte dessa, que é uma das maiores comunidades sobre compras online seguras.

Ter orientações de clientes e experts que já passaram pela mesma experiência.

Contar com o apoio de uma rede de experts de diversas categorias.

E ainda receber recompensas exclusivas e únicas por compartilhar experiências de compra.

Faça sua parte por uma internet mais segura, compartilhe suas experiências de compra.

Ou, peça ajuda aos Experts do Bomdemarca e garanta a melhor experiência de compra.

1 comentário em “Compra segura, guia definitivo para comprar online com segurança.”

  1. Renee FRazier

    Alguns meses atrás, eu estava procurando on-line por um investidor de Crpto confiável para me ajudar a negociar, e fui encaminhado para um corretor on-line e nunca soube que estava arriscando meu dinheiro. Depois de configurar minha conta, me pediram para começar com um depósito inicial de US $ 19.000 e, após várias ligações e e-mails, fui persuadido a fazer uma transferência.
    Fiz então uma transferência internacional para sua conta bancária nos EUA. Foi-me dito que o dinheiro transferido é meu fundo mútuo e dobrará em 2 semanas. Depois de esperar 3 semanas, não consegui sacar meu dinheiro, nem tive nenhum lucro, então percebi que fui enganado. Então liguei rapidamente para o meu advogado, que me disse que se um corretor ou bolsa on-line me enganou e eu quero recuperar seu dinheiro, devo entrar em contato com a empresa de aplicação da lei, como lallroyal .org para recuperação imediata. Entrei em contato com a empresa on-line e a Lallroyal recuperou meu dinheiro perdido de volta à minha conta bancária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.